sábado, 24 de janeiro de 2009

Jornada nas Estrelas (teletransporte e robôs inteligentes)

Reações: 
É isso aí pessoal,

Estava vendo este filme e achei muito legal a visão de futuro mostrada por ele, com robôs inteligentes capazes de fazer associações entre os acontecimentos do cotidiano e aprender as coisas melhor do que um humano e, até mesmo, ser visto como um humano. Mostra também as pessoas se transportando de um lugar a outro com a tecnologia de teletransporte, por isso, resolvi abordar esse tema hoje falando sobre os estudos atuais do homem em busca dessa tecnologia.

Atualmente existem estudos muito avançados na busca da Inteligência Artificial (IA), inclusive um concurso anual para eleger o programa mais inteligente capaz de chegar mais perto do que é a inteligência humana, esse concurso tem como objetivo submeter os programas a um teste de interrogatório, ao dizer isso me lembro do filme "Blade Runner - O Caçador de Andróides", mas este vou falar outro dia. O programa que até hoje obteve o melhor resultado nestes testes chama-se "Ella", é muito fácil achar essas coisas na Wikipédia (rs), e ao submete-lo ao teste é facilmente percebida a limitação da máquina ao se confrontar com situações que exigem um raciocínio lógico partindo de uma mente consciente.

No mundo da IA temos os dois lados da moeda, há os cientistas que defendem a possibilidade de criação de um programa realmente inteligente e aqueles que afirmam ser impossível fazê-lo. Penso que isso poderia ser possível mas não com a disposição dos componentes digitais da maneira que são hoje, talvez com dispositivos feitos para simular o cérebro humano especificamente, sem toda aquela baboseira de fazer bilhões de calculos por segundo, isso não é inteligência, eu sou humano e não consigo fazer nem um calculo por segundo, a não ser é claro as coisas mais simples como 2+2=5 (rs, brincadeirinha), a busca pela capacidade de pensamento artificial vai muito além de rapidez no processamento das informações, é claro que isso é importante, mas creio que o maior problema seja, através da programação, inserir num computador todas as possibilidades possíveis de problemas encontrados na vida de todas as pessoas e, para cada um, uma reação em específico com a finalidade de resolve-lo.

Levando em conta que o cérebro é uma máquina orgânica, podemos concluir logicamente que seria possível criar uma máquina inteligente através do computador, porém, aí nos deparamos com os mistérios da mente humana, será mesmo que somos apenas essa matéria, apenas esse cérebro que podemos tocar? Creio que não seja apenas isso.

Podemos ver a questão do teletransporte, atualmente existem pesquisas dedicadas a alcançar essa tecnologia também (tem de tudo nesse mundo, rs), mas pesquisando por aí fiquei sabendo que o máximo que conseguiram foi enviar as "informações" de um átomo para outro já existente no local de destino, porém, nada feito com organismos vivos ainda, apenas com átomos isolados mesmo que já tenha sido um grande avanço e porta para muitas descobertas. Se tiverem mais informações agradeceria que postassem nos comentários, abaixo podem ver o Trailer do filme:





Espero que tenham gostado, abraço a todos e fiquem com Deus.

Um comentário:

  1. Sem muitas pretensões, mas gostaria de ajudar vc com os posts sobre filme, sou estudante de história e apaixonado por cinema. Meu email é mespertamus@hotmail.com, espero que possa entrar em contato e dar uma resposta. Obrigado!

    ResponderExcluir

 
BlogBlogs.Com.Br